betano

SEÇÕES

Bom Dia MN: namorado de vereadora apresentava sinais de agressividade

De acordo com informações extraoficiais, a vereadora foi encontrada com os dentes e o maxilar quebrado.

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O programa Bom Dia betano continua repercutindo o caso da vereadora Yanny Brena, encontrada morta ao lado do namorado Rickson Pinto, na cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará. A principal linha de investigação do crime é feminicídio seguido de suicídio.

Direto de Juazeiro, a jornalista Paloma Oliveira da TV Café com Leite e o jornalista Pedro Silva do portal News Cariri, trouxeram mais informações sobre o caso que continua em investigação. Segundo a jornalista, foram encontradas escoriações tanto no pescoço quanto no abdômen da Yanny. Dados de laudos recentes informam que muito provavelmente ela tenha morrido por volta de 22h da noite da quinta-feira. 

De acordo com informações extraoficiais, a vereadora foi encontrada com os dentes e o maxilar quebrado. “A informação que circula é que os dentes foram quebrados, estava com ferimentos na barriga, unhas quebradas”, completou Pedro Silva. 

Leia Mais

A jornalista Paloma Oliveira informou ainda que em conversa com um dos amigos do Rickson e parente de uma ex-namorada do acusado, ele relatou que nesse relacionamento anterior, o Rickson já apontava sinais de possessão e muito ciúmes. “Ele já apontava sinais de possessão, de agressividade. Inclusive o amigo dele me relatou que nos últimos meses ele vinha apontando um comportamento totalmente diferente do seu padrão. Ele era tranquilo, extrovertido, sorridente e nos últimos meses vinha demonstrando um comportamento diferente, sério, retraído, era uma pessoa muito ciumenta, inclusive esse foi o motivo pelo qual a namorada anterior terminou o relacionamento”, declarou.

Quem também participou da entrevista foi Antônio Nunes, diretor do Departamento de Polícia Técnico Científica do Piauí. O médico legista explicou as causas que podem ter levado a quebra dos dentes e da mandíbula da vereadora. 

“A fratura de ossos da face em especial de mandíbula, dentes não necessariamente ela tem que ter uma ação contundente com instrumentos mais pesados. É possível? é, mas a gente sabe que historicamente e até mesmo pelo tipo de lesão também podem causar isso, a gente já viu isso na TV inclusive em lutas, é uma ação contundente pode ser desde um soco até um objeto mais pesado”, explicou.

“Lesões de defesa são típicas de fato de quem está se defendendo de uma agressão e quando isso é para matar com a adrenalina alta, com estresse, você tenta por todos os meios escapar, as mãos são um desses principais meios, tanto em pé como deitado, você tenta arranhar um indivíduo, tenta se soltar. O pescoço por exemplo seria um desses locais que você tentaria tirar de qualquer forma e quebra unhas, unha postiça ainda mais, além disso você tem também lesão de defesa quando tem outro tipo de instrumentos nos braços, nos pés, pernas, quando você cai e bota os pés para cima tentando afastar o agressor”, acrescentou.

O médico legista também foi questionado sobre as informações que circulam que a vereadora teria tido o pescoço quebrado no momento da asfixia. “A fratura cervical é bem comum a gente encontrar em caso de asfixia mecânica. Estrangulamento por exemplo, o indivíduo por trás da vítima pode dar o chamado ‘mata leão’, ou com o intuito de quebrar mesmo já puxando diretamente a cabeça e fixando os ombros. Não é algo incomum a gente encontra volta e meia fratura cervical em asfixia mecânica”, disse. 



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
betano Mapa do site

1234