betano

SEÇÕES

Coaf aponta suspeita de lavagem de dinheiro em conta PayPal de Carla Zambelli

As transações nacionais na conta da deputada totalizaram R$ 197,8 mil, enquanto as transações internacionais alcançaram R$ 683

Deputada federal Carla Zambelli | Fátima Meira/Futura Press
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) identificou "suspeita de lavagem de dinheiro" em transações financeiras relacionadas à deputada federal Carla Zambelli (PL-SP). Essas conclusões foram apresentadas em um Relatório de Inteligência Financeira (RIF) enviado pelo Coaf à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do 8 de Janeiro do Congresso Nacional.

O órgão informou que a suspeita de lavagem de dinheiro estava associada a uma conta pessoal do PayPal da deputada, onde ela recebia doações do movimento "Nas Ruas", do qual foi uma das fundadoras. O PayPal é uma plataforma que possibilita transações financeiras, incluindo pagamentos nacionais e internacionais, funcionando como uma espécie de carteira digital.

Leia Mais

Conforme destacado pelo Coaf, os recursos recebidos por Zambelli em sua conta PayPal foram posteriormente transferidos por ela para uma conta pessoal no banco Itaú. O relatório aponta: "Sra. Carla Zambelli Salgado, atualmente deputada federal de São Paulo, utilizando sua conta PayPal pessoal para receber doações em favor da Associação 'Movimento nas Ruas'. Sra. Carla é fundadora da associação. Visto que a conta PayPal deve ser utilizada para movimentação de recursos próprios, concluiu-se que as doações recebidas na conta PayPal da Sra. Carla caracterizam movimentação de recursos de terceiros, podendo indicar suspeita de lavagem de dinheiro".

As movimentações na conta PayPal mencionadas pelo Coaf abrangem o período entre 3 de fevereiro de 2017 e 1º de julho de 2019, que coincide com a primeira campanha eleitoral de Zambelli como deputada federal em 2018. Durante esse intervalo, as transações nacionais na conta PayPal da deputada totalizaram R$ 197,8 mil, enquanto as transações internacionais alcançaram R$ 683.

O conselho elaborou esse relatório em resposta a uma solicitação da senadora Eliziane Gama (PSD-MA), relatora da CPMI do 8/1, após notícias sobre pagamentos feitos pela deputada ao hacker Walter Delgatti Neto.

Em resposta, a bolsonarista argumentou que as doações que recebeu eram destinadas a ela como pessoa física e que qualquer indivíduo pode receber doações financeiras. Além disso, a deputada destacou que não utiliza sua conta PayPal há algum tempo e não está mais envolvida com o movimento desde 2017, quando transferiu a liderança para o empresário Tomé Abduch. Zambelli também questionou a divulgação dessas informações, alegando que isso faz parte de uma tentativa de prejudicá-la, enfatizando que seu sigilo já foi quebrado anteriormente e questionando por que a investigação não foi realizada naquela época.

Para mais informações, acesse realidadgeselina.com



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
betano Mapa do site