betano

SEÇÕES

Piauí tem a menor taxa de endividados do Brasil, diz Mapa da Inadimplência

De acordo com o último Mapa da Inadimplência do Serasa, 34% da população do Piauí está endividada

Piauí é o estado com menor número de endividados | Divulgação
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O começo de janeiro é o momento em que muitas pessoas revisam suas contas e gastos do final do ano. Apesar do benefício do 13º salário, os meses de dezembro e janeiro frequentemente resultam em despesas extras, como confraternizações, presentes, IPTUIPVA e material escolar. Essa realidade contribui para o aumento do endividamento da população. De acordo com o último Mapa da Inadimplência do Serasa, 34% da população do Piauí está endividada, representando a menor taxa do país, mas ainda assim, um terço da população do estado.

Diante desse cenário, é crucial iniciar 2024 com um planejamento financeiro sólido para garantir um ano sem apertos financeiros. Erli Bandeira, especialista em Finanças e Consultor de Negócios da Central Sicredi Nordeste, destaca a importância de analisar os gastos do final de 2023 para compreender a situação financeira no início do ano.

O próximo passo, segundo Bandeira, é listar os gastos fixos para todo o ano, como moradia, alimentação, saúde, telefonia e energia. Isso permite calcular o valor disponível para despesas extras e imprevisíveis. Além disso, o especialista incentiva a criação de um fundo de emergência para situações inesperadas, como problemas de saúde, para evitar recorrer ao crédito.

Bandeira destaca que não é necessário poupar grandes quantias todo mês; o hábito de poupar deve começar com qualquer valor. Com o tempo, é recomendável ter uma reserva equivalente a pelo menos três vezes o valor da renda mensal.

Registrar as despesas é outro hábito recomendado. Isso pode ser feito por meio de planilhas físicas, no computador ou usando aplicativos de organização financeira. Segmentar os gastos por categorias facilita a identificação de áreas para possíveis cortes.

Por fim, Bandeira sugere a eliminação de dívidas antigas, aproveitando programas de renegociação como o "Desenrola". Com uma postura proativa, procurar os credores e demonstrar interesse em quitar as dívidas pode facilitar a adaptação das obrigações financeiras à realidade do devedor.

A Central Sicredi Nordeste, presente na região há mais de 30 anos, desempenha um papel fundamental no cooperativismo financeiro, contribuindo para a economia local, geração de emprego, inclusão e educação financeira, atendendo a cerca de 210,8 mil associados em nove estados nordestinos.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
betano Mapa do site