betano

SEÇÕES

Mapa do calote: Rio de Janeiro lidera e Piauí é o último; ranking completo!

A inadimplência é um problema que afeta a recuperação econômica do país, o que levou o governo a anunciar a criação do programa 'Desenrola'.

Inadimplência tem batido recorde no Brasil | Marcelo Camargo/Agência Brasil
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Uma pesquisa realizada pela Serasa Experian e divulgada pelo jornal O Estado de São Paulo revelou um número alarmante de brasileiros adultos inadimplentes. Segundo a pesquisa, em março deste ano, 43,43% da população com mais de 18 anos de idade estava com dívidas em atraso.

A inadimplência é um problema que afeta a recuperação econômica do país, o que levou o governo a anunciar a criação do programa 'Desenrola', com o objetivo de reduzir o calote em âmbito nacional. De acordo com o economista da Serasa, Luiz Rabi, estados mais ligados ao setor de serviços, indústria e grandes centros urbanos estão em situação pior.

Leia Mais

A pesquisa também revelou que o Rio de Janeiro, que ocupava a sexta posição no ranking dos estados mais inadimplentes em março de 2020, agora lidera a lista. Amapá e Amazonas, ambos estados da região norte do país, aparecem na sequência.

Ranking do calote, elaborado pelo ESTADÃO (Imagem: Infografico Estadão)

O economista Luiz Rabi afirmou em entrevista ao Estadão que a renda é a principal variável que afeta a inadimplência. Desde o início da pandemia, a inadimplência caiu para a mínima histórica devido à renegociação de dívidas e à queda da taxa básica de juros, a Selic, para 2% ao ano. "Houve um alongamento da curva de dívida das famílias", afirma Michael Burt, economista da LCA Consultores.

Enquanto o Rio de Janeiro lidera a lista de estados mais inadimplentes, Piauí, Santa Catarina e Maranhão estão no polo oposto, com os menores índices de inadimplência. Segundo Luiz Rabi, os benefícios sociais oferecidos pelo governo federal e pelos estados podem ter influenciado o bom desempenho da inadimplência nesses estados.

A pesquisa da LCA Consultores, com base em dados do Ministério do Desenvolvimento Social, mostra que o Piauí é a unidade da federação que mais recebeu Bolsa Família em fevereiro deste ano, com 19,4% da população beneficiada. Maranhão também figura entre os estados mais beneficiados, com 17,5%. Michael Burt, da LCA, acredita que o bom desempenho da inadimplência nesses estados esteja ligado às maiores facilidades na renegociação de dívidas e à influência dos benefícios sociais na renda da população.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
betano Mapa do site