betano

SEÇÕES

Entenda por que os supermercados bombaram e as roupas encalharam no Natal

Esse fenômeno é impulsionado pelo desejo das pessoas de preparar refeições especiais durante o período festivo

Supermercados registram alta entre os destinos de compra | Reprodução
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Um estudo realizado pela Cielo, entre os dias 19 e 25 de dezembro de 2023, revela que o brasileiro está cada vez mais longe das lojas físicas, realizando suas compras de forma online. Os dados da pesquisa mostram que o e-commerce teve uma alta de 2,4%, enquanto o comércio presencial, apenas 1%.

Os números apresentados são considerados positivos, no entanto, sem uma expressiva evolução. Entre os segmentos com maior crescimento, estão os de supermercados e hipermercados, com 6,3%, o que demonstra que os brasileiros mudaram a opção de compra durante as festas de fim de ano, preferindo itens para alimentação. 

Durante o período de Natal, é comum observar um considerável aumento nas compras nos supermercados, marcado por uma atmosfera festiva e a busca por ingredientes e produtos especiais para as celebrações. Esse fenômeno é impulsionado pelo desejo das pessoas de preparar refeições especiais, confraternizar com familiares e amigos, além de presentear seus entes queridos.

O setor que registrou o desempenho mais desfavorável durante o período de Natal foi o "varejo alimentício especializado", experimentando uma queda de 3,1%. Esta categoria abrange padarias, docerias, lojas de bebidas e confeitarias. Em segundo lugar, destacam-se os artigos de vestuário e esportivos, que apresentaram uma redução de 1,8%. Também enfrentaram dificuldades no final de 2023 os segmentos de alimentação, que incluem bares e restaurantes, assim como móveis e eletrodomésticos.

Confirma a lista dos setores e seus desempenhos em 2023

  • Supermercados e hipermercados: + 6,3%
  • Cosméticos e higiene pessoal: + 4,2%
  • Turismo e transporte: + 2,6%
  • Drogarias e farmácias: + 2,4%
  • Óticas e joalherias: + 0,5%

Os setores do varejo com pior desempenho no Natal de 2023

  • Varejo alimentício especializado: – 3,1%
  • Vestuários e artigos esportivos: – 1,8%
  • Alimentação, bares e restaurantes: – 1,3%
  • Móveis e eletrodomésticos: – 1,3%

(Com informações do Metrópoles)



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
betano Mapa do site