betano

SEÇÕES

Chuvas deixam um morto e vários feridos no RS; SC está em alerta para alagamentos

A intensidade da chuva foi significativa em um curto período, resultando em alagamentos em diversas áreas na madrugada desta quarta-feira (17)

Fortes chuvas assolam Rio Grande so Sul | Caroline Guarnieri/GZH
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Uma pessoa morreu e outras 10 ficaram feridas após um temporal que assolou o estado do Rio Grande do Sul nesta terça-feira (16). A morte foi registrada em Cachoeirinha, Região Metropolitana de Porto Alegre. De acordo com a prefeitura da cidade, a vítima era um morador em situação de rua e sua identidade não foi divulgada. 

Marquise que caiu (Foto: Max Correa/RBS TV )

De acordo com o órgão, a pessoa estava se abrigando debaixo de uma marquise de supermercado, localizada em uma avenida da cidade, quando a estrutura do prédio cedeu e caiu sobre ela, resultando em sua morte. O Corpo de Bombeiros iniciou os trabalhos para a remoção do corpo e da marquise do local. 

Em Porto Alegre, as rajadas de vento atingiram até 89 quilômetros por hora, conforme as do Aeroporto Salgado Filho e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Ainda conforme as informações da prefeitura, aproximadamente 27 postes cederam, resultando na queda de cerca de 150 árvores, algumas das quais atingiram veículos e residências.

(Foto: Ivan Pacheco, Agência RBS)

A intensidade da chuva foi significativa em um curto período, resultando em alagamentos em diversas ruas ontem. Na madrugada desta quarta-feira (17), embora a água já tivesse recuado em algumas áreas, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) relatou que 36 ruas continuam alagadas.

(Foto: Ivan Pacheco, Agência RBS)

(Foto: Ronaldo Bernardi, Agência RBS)

De acordo com a estação do Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (CEMADEN), nas últimas 24 horas, foram registrados 76 milímetros de chuva no bairro Partenon, localizado na Região Leste. Esse volume representa mais da metade da média mensal prevista, que é de 142 milímetros.

(Foto: Paulo César Machado, arquivo pessoal)

A prefeitura está respondendo a mais de 80 ocorrências, incluindo quedas de árvores, rompimento de fios de energia e alagamentos, distribuídas em vários pontos da capital, com a maioria dos casos concentrados na Região Leste.

O prefeito Sebastião Melo (MDB) escreveu em sua rede social que aproximadamente 1,2 milhão de pessoas na capital estão atualmente sem fornecimento de água. Ele destacou que, até o momento, não há uma estimativa para o restabelecimento do serviço de energia elétrica. 

A Defesa Civil informa que está realizando uma avaliação dos danos provocados pelo temporal e oferecendo assistência à comunidade. Nas últimas horas, foram registradas centenas de chamadas relacionadas a quedas de árvores, alagamentos e interrupções no fornecimento de energia elétrica.

Santa Catarina

A frente fria que está motivando as fortes chuvas no Rio Grande do Sul está se deslocando em direção a Santa Catarina, atingindo atualmente a região de fronteira entre os dois estados. 

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alertas de grande perigo para tempestades nesta quarta-feira (17). Conforme o instituto, é previsto um volume de chuva que pode ultrapassar 60 mm por hora ou atingir 100 mm ao longo do dia, com a velocidade dos ventos podendo superar os 100 km/h. Existe também a possibilidade de queda de granizo.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
betano Mapa do site