betano

SEÇÕES

Caminhão tomba e produto químico tóxico vaza até rio em Santa Catarina

O acidente provocou o fechamento da via, além da interrupção nos serviços de captação de água devido ao vazamento do produto químico em rio.

Produto químico vaza de caminhão e chega no Rio Cubatão | Divulgação/Prefeitura de Joiville
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Umcaminhão que carregava ácido sulfônico,umproduto químico usado para produzir detergentes e produtos de limpeza em geral, tombou e pegou fogo na SC-418, na Serra Dona Francisca, em Joinville, no Norte de Santa Catarina. O acidente aconteceu nesta segunda-feira (29) e provocou o fechamento da via, além da interrupção nos serviços de captação de água da Estação de Tratamento de Água (ETA) do Cubatão. 

Isso porque, com o tombamento, o produto escorreu até o afluente do Rio Seco, que deságua no Rio Cubatão, formando uma densa espuma branca, considerada tóxica. A situação fez a Prefeitura decretar situação de emergência e a instalação de um gabinete de crise na cidade, que é a mais populosa do estado.

A Prefeitura de Joinville informou que a substância que estava sendo transportada é Ácido Lineal Alquilbenceno Sulfônico (LAS), em concentração de 90%. Na indústria química, é utilizado como matéria ativa na elaboração de detergentes, xampus e cremes dentais. Em concentrações normais, o Ácido Lineal Alquilbenceno Sulfônico não apresenta característica tóxica para humanos, para a fauna ou para a flora. 

Por conta do vazamento a Polícia Militar Ambiental de Joinville foi acionada e monitora a situação. Já a Polícia Civil informou que abriu um inquérito para apurar as circunstâncias do derramamento. Segundo a Companhia Águas de Joinville, técnicos estão monitorando a água do Rio Cubatão desde a manhã desta segunda-feira (29). A coleta próxima à Estação de Tratamento de Água (ETA) do Rio Cubatão ocorre a cada meia hora, desde às 10h30. A Companhia informou, nesta tarde, que houve redução na taxa de contaminação, contudo, ainda não é possível afirmar quando a captação será retomada e o serviço reestabelecido.

"As medições apontam para uma redução na taxa de contaminação, mas ainda não há previsão de abertura da captação e normalização dos serviços. Na primeira medição, feita meia hora após o fechamento preventivo da captação, ocorrido às 10h, o índice de contaminação da água do rio era de 0,19 mg do componente químico por litro de água (mg/L). O valor aceitável para o a presença do componente é de 0,5 mg/L. Às 14h30, cerca de 1h depois que a espuma que indica a presença do componente chegar nas proximidades da ETA Cubatão, o índice atingiu o pico até o momento, que foi de 1,09 mg/L. Na medição das 16h30, a taxa já havia baixado para 0,63 mg/L", informou a Companhia.

Quanto à situação do motorista, apesar da gravidade do acidente, o homem, que não teve a identidade revelada, sofreu apenas ferimentos leves.

Situação provoca correria por água nos supermercados

Ofechamento temporário da estação de tratamento, que atende 34 bairros na região, provocou o desabastecimento de água e corre-corre atrás do produto nos supermercados. Mercados de Joinville registraram tumulto, longas filas e falta de garrafas de água desde o início da tarde desta segunda-feira (29).

Prateleiras vazias em supermercado em Joiville após suspensão do abastecimento de água | FOTO: Reprodução/Redes Sociais

Segundo o g1, ao menos quatro mercados da região central do município ficaram sem garrafas de água para vender já no início da tarde. Imagens que circulam pela internet mostram pessoas nas filas dos caixas, com carrinhos de compra lotados de garrafas, além de prateleiras vazias.

Com informações do g1



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
betano Mapa do site